Invisibilidades na história da arquitetura e da cidade: revelando tipologias obscurecidas - Em andamento

por Portal PPGAU Faued
Publicado: 24/09/2021 - 14:05
Última modificação: 18/03/2022 - 17:43

[PROJETO EM ANDAMENTO]

No âmbito das investigações em curso dentro do Grupo de Pesquisa Invisibilidades na História da Arquitetura e da Cidade, esta proposta articula temáticas convergentes no sentido de promover novos olhares sobre uma produção arquitetônica, urbana e artística que não comparecem nos livros de história da arquitetura e das cidades, ou então que são tratados de modo ainda incipiente, apagados ou esmaecidos pelas narrativas canônicas da área, incorporando novos elementos na construção desta história. Seja pelo viés do estudo e análise de uma produção dita independente, alternativa ou mesmo marginal um primeiro eixo dos estudos aqui propostos; seja pela identificação e documentação das arquiteturas chamadas de menores, isto é, aquela edilícia ordinária, que responde a diversas funções nas cidades, mas muitas vezes são obliteradas e desconsideradas como elementos importantes para a compreensão do cenário construtivo e do desenvolvimento das cidades o segundo grande eixo de pesquisa; são conteúdos que comparecem muitas vezes de modo superficial ou tangencial nas disciplinas regulares do curso, tornando-se uma necessidade e um desafio a ser enfrentado. Ainda que sem contemplar uma delimitação geográfica rígida, a pesquisa deve privilegiar um olhar para a região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, expandindo-se um pouco além do Rio Grande, abarcando a região fronteiriça Minas Gerais-São Paulo, nas imediações de Franca/SP. Essa delimitação busca abarcar a área de inserção e influência da própria Universidade Federal de Uberlândia, cuja sede é a cidade de Uberlândia, mas que conta com três campi avançados Patos de Minas, Ituiutaba e Monte Carmelo -, além de atrair diversos estudantes do interior de São Paulo. Espera-se que o projeto tenha impacto na formulação e reformulação do campo da história da arquitetura e da cidade, atingindo, por meio de seminários, mesas redondas, disciplinas e demais atividades, as dimensões da pesquisa, do ensino e da extensão..

Financiadores: